sábado, 19 de novembro de 2016

Workout


Blá blá blá


Uma música por dia

Bob Dylan - Blowing in the wind


How many roads must a man walk down
Before you call him a man?
How many seas must a white dove sail
Before she sleeps in the sand?
Yes, and how many times must the cannon balls fly
Before they're forever banned?
The answer, my friend, is blowin' in the wind
The answer is blowin' in the wind
Yes, and how many years can a mountain exist
Before it's washed to the sea?
Yes, and how many years can some people exist
Before they're allowed to be free?
Yes, and how many times can a man turn his head
And pretend that he just doesn't see?
The answer, my friend, is blowin' in the wind
The answer is blowin' in the wind
Yes, and how many times must a man look up
Before he can see the sky?
Yes, and how many ears must one man have
Before he can hear people cry?
Yes, and how many deaths will it take 'till he knows
That too many people have died?
The answer, my friend, is blowin' in the wind
The answer is blowin' in the wind

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Workout


Do dia de ontem [17 de Novembro]

Dia de receber uma carta do Ministério da Educação a dizer que a Amorinha vai receber o diploma por integrar o quadro de excelência do agrupamento, por ter tirado muito boas notas o ano passado. [digam o que disserem sobre o assunto e que bla bla bla o importante é que as crianças sejam felizes, e bla bla bla, eu não quero que seja o melhor, etc etc... fiquei mesmo muito contente por ela ter conseguido. Estudou, esforçou-se e conseguiu tirar Muito Bom a tudo. Orgulho].


Uma música por dia

Faith no more - We care a lot


We care a lot about disasters, fires, floods and killer bees
We care a lot about the NASA shuttle falling in the sea
We care a lot about starvation and the food that Live Aid bought
We care a lot about disease, baby Rock, Hudson, rock, yeah!

We care a lot about the gamblers and the pushers and the geeks

We care a lot about the crack and smack and whack that hits the street
We care a lot about the welfare of all the boys and girls
We care a lot about you people cause we're out to save the world

YEAH!

And it's a dirty job but someone's gotta do it

We care a lot about the army navy air force and marines
We care a lot about the SF, NY and LAPD
We care a lot about you people, about your guns
about the wars you're fighting gee that looks like fun

We care a lot about the Garbage Pail Kids, they never lie
We care a lot about Transformers cause there's more than meets the eye

We care a lot about the little things, the bigger things we top
We care a lot about you people yeah you bet we care a lot,

YEAH!

Well, its a dirty job but someone's gotta do it
And it's a dirty song but someone's gotta sing it

Blá blá blá


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Workout


Filmes: Freeheld

Ainda um filme do fim de semana [eu disse que passámos o fim de semana a ver filme atrás de filme! e ainda não estão todos]. E mais uma história verídica,



Diagnosticada com cancro do pulmão terminal em 2004, a detective de Nova Jersey, Laurel Hester, queria que a sua companheira, Stacie Andree, com quem vivia em união de facto, pudesse beneficiar de uma pensão após a sua morte. [Esse era um direito de todos os casais heterossexuais mas não dos outros]








Adorei o filme. E acabei a minha noite de domingo a chorar compulsivamente!

Do dia de ontem [16 de Novembro]

E ontem foi dia de [re]pintar as unhas. RED
Estão a ficar bonitas não estão?



Ontem também foi dia de adormecer por volta das 22h30 [sim, a meio de uma série que já nem me lembro qual] enrolada num cobertor, a tremer de frio, com dores de garganta e com dores no corpo todo. Paree que vem ai uma gripe daquelas... Shit

Uma música por dia...

The White Stripes - Seven Nation Army


"Seven Nation Army"
I'm gonna fight 'em off
A seven nation army couldn't hold me back
They're gonna rip it off
Taking their time right behind my back
And I'm talkin' to myself at night
Because I can't forget
Back and forth through my mind
Behind a cigarette

And the message comin' from my eyes says, "Leave it alone."

Don't wanna hear about it
Every single one's got a story to tell
Everyone knows about it
From the Queen of England to the hounds of hell
And if I catch it comin' back my way
I'm gonna serve it to you
And that ain't what you want to hear
But that's what I'll do

And the feeling coming from my bones says, "Find a home."

I'm going to Wichita
Far from this opera for evermore
I'm gonna work the straw
Make the sweat drip out of every pore
And I'm bleeding, and I'm bleeding, and I'm bleeding
Right before the lord
All the words are gonna bleed from me
And I will think no more

And the stains comin' from my blood tell me, "Go back home."

Blá blá blá


quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Workout


Séries: Elementary [season 5]

Preparada para mais uma temporada de Elementary




[entre parênteses]

[Que dizia eu? Que ia ler o livro mais rápido? Pois. Só ontem no treino de voleibol da Amorinha, cheguei à página 100. E hoje na hora de almoço li mais 30... Estou contente estou contente. Afinal arranjei tempo para me dedicar à leitura. E até já estou a pensar que livro vou ler a seguir...]

Do dia de ontem [15 de Novembro]

Dia normal, sem nada a contar :)
[E é bom que existam dias em que nada sai da rotina]


Uma música por dia...

Pearl Jam - Black


Hey... oooh...

Sheets of empty canvas, untouched sheets of clay
Were laid spread out before me as her body once did.
All five horizons revolved around her soul as the earth to the sun
Now the air I tasted and breathed has taken a turn

Ooh, and all I taught her was everything
Ooh, I know she gave me all that she wore

And now my bitter hands chafe beneath the clouds of what was everything.
Oh, the pictures have all been washed in black, tattooed everything...

I take a walk outside, I'm surrounded by some kids at play
I can feel their laughter, so why do I sear?
Oh, and twisted thoughts that spin round my head, I'm spinning, oh,
I'm spinning, how quick the sun can drop away

And now my bitter hands cradle broken glass of what was everything
All the pictures have all been washed in black, tattooed everything...

All the love gone bad turned my world to black
Tattooed all I see, all that I am, all I'll be... yeah...

Uh huh... uh huh... ooh...

I know someday you'll have a beautiful life,
I know you'll be a star in somebody else's sky,
But why, why, why can't it be, can't it be mine?

Aah... uuh..

Too doo doo too, too doo doo [many times until fade]

Filme: Woodlawn

Mais um do fim de semana, e mais uma história verídica.

Drama que remonta à década de 70 e baseado numa história real, retrata o sentimento de unidade numa escola onde o racismo é uma coisa habitual
Em 1973, um talentoso jogador de futebol americano numa escola secundária de Woodlawn, aprende a lidar com o seu talento e fé dentro e fora do campo, ao mesmo tempo que luta contra a tensão racial.





O despertar espiritual atinge todos da equipa de futebol da Woodlawn High School.








Conduzidos pelo treinador Tandy Geralds, conduzido pela dedicação da equipa para o amor e a unidade, esquecendo o racismo e o ódio, a equipa faz uma época surpreendente, levando ao maior jogo de escola secundária na Cidade de Birmingham, Alabama e a ascensão da primeira estrela afro-americana - Tony Natham










Blá blá blá


terça-feira, 15 de novembro de 2016

Workout


Séries: The Fosters [Season 3]

Mais uma para a lista das concluídas.


Uma série familiar e que conta a história de um casal lésbico Stef e Lena, com um filho biológico [da Stef], Brendan e dois filhos adoptados, Mariana e Jesus.

Teri Polo - Stef Foster

Sherri Saum - Lena Adams

David Lambert - Brandon Foster

Cierra Ramirez - Mariana Foster

Jake T. Austin - Jesus Foster (1.ª e 2.ª seasons)

Noah Centineo - Jesus Foster (3.ª e 4.ª seasons)

A família aumenta ainda mais uma vez, quando Lena conhece Callie, uma adolescente problemática, e decide acolhê-la e ao seu irmão Jude, que se encontra a viver num lar adoptivo onde sofria maus tratos.
Maia Mitchell - Calie Jacob

Hayden Byerly - Jude Jacob

E agora é esperar pela 4.ª season.










Filme: War Dogs

Mais um filme do fim de semana, mais um filme baseado numa história verídica.


War Dogs é um filme de 2016, do mesmo realizador da trilogia The Hangover, Todd Phillips, baseado num artigo da revista Rolling Stone de Guy Lawson [que posteriormente escreveu um livro intitulado Arms and the Dudes, detalhando a história].
O filme segue dois traficantes de armas, Efraim Diveroli e David Packouz, que recebem um contrato do Exército dos EUA para fornecer munições para o Exército Nacional Afegão no valor de aproximadamente 300 milhões de dolares.



Jonah Hill e Milles Teller

David Packouz e Efraim Diveroli
O filme é fortemente ficcionado e dramatizado e alguns dos seus eventos foram inventados ou baseados em outros eventos, como por exemplo quando os dois atravessam o Iraque.

Não esquecer que apesar de falar de um assunto sério e [infelizmente] actual e preocupante, o filme está classificado como comédia. Não é um filme "pesado" e vê-se muito bem.



Do dia de ontem [14 de Novembro]

Ontem foi o dia da feirinha de Outono na Escola da Amorinha.
Os pais que quiserem contribuem com bens e os pais que quiserem adquirem a preços baixos.
Resultado: Angariar dinheiro para o passeio de fim de ano.



Estas iniciativas e actividades [apesar de darem algum trabalho às mães que participam, no meio de reuniões e preparações, até porque somos sempre as mesmas] promovem o convívio e acaba por ser divertido.
Ontem fiquei encarregue da venda das senhas que serviam para adquirir os produtos. E no fim arrecadamos a bela quantia de 250 Euros.





Os míudos adoraram, como sempre.
Iam à banquinha comprar as senhas e depois iam comprar fatias de bolo ou compotas ou fruta.
Foi um sucesso.









E este foi o melhor bolo de todos, feito pela minha mãe. Eu não o provei sequer! Mas a Amorinha [que como é obvio tinha uma fatia reservada] e quem o provou disseram que estava divinal. Nem esperava eu outra coisa. Vendeu-se todo e rapidamente!